noticias em tempo real

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

FACEBOOK LANÇA PRÓPRIO BUSCADOR PARA CONSULTAR CONTEÚDOS DE AMIGOS


AFP
Zuckerberg apresentou o novo sistema de buscas


lançou nesta terça-feira um buscador que permitirá encontrar conteúdos narede socialpara que o usuário saiba mais sobre seus "amigos", no que foi considerado como um desafio ao Google e outras empresas de internet.
"Consideramos o Facebook como uma grande base de dados sociais" e "como qualquer base de dados, deveríamos poder realizar buscas dentro dela", disse o presidente e cofundador da empresa, Mark Zuckerberg, ao lançar a nova função em um evento organizado em Menlo Park, Califórnia (oeste dos Estados Unidos).
Ao contrário dos buscadores tradicionais, como o Google, o do Facebook, batizado de "Graph Search", não realizará buscas em toda a internet, mas poderá ajudar a encontrar informações arquivadas na rede e nos conteúdos de amigos do usuário.
"Cada parte do conteúdo no Facebook tem sua própria audiência e a maioria do conteúdo não é público", informou a empresa californiana.
"Construímos o Graph Search com a privacidade em mente, ele respeita a privacidade e o público de cada porção de conteúdo no Facebook. Ele faz com que as coisas sejam encontradas de forma muito mais fácil, mas você só poderá ver o que já podia ver em outro lugar do Facebook".
Para ampliar o serviço, o Facebook anunciou também seus planos de estender seu acordo de buscas na internet com o Bing, da Microsoft.
Zuckerberg confessou que o Facebook esteve negociando com o Google, mas que a "Microsoft se mostrou mais inclinada a realizar coisas específicas para o Facebook".
A empresa disse que a nova função é uma volta às origens da rede social, cuja finalidade primária era ajudar as pessoas a estabelecer conexões.
"Quando o Facebook foi lançado, a forma que as pessoas o utilizavam mais era para realizar buscas, para saber coisas sobre as pessoas e para criar novos laços", afirma um comunicado da companhia.
O analista tecnológico Jeff Kagan considerou que o novo esforço do Facebook é um modesto desafio ao Google.
"Se eu fizesse parte do Google, veria este movimento do Facebook como um alerta. Não é um ataque imediato, mas, um ataque está por vir", afirmou Kagan.
Já o analista da consultoria Forrester Research Nate Elliot afirmou que a iniciativa do Facebook tem como objetivo fidelizar mais seus usuários com a própria rede social.
"O pior pesadelo do Facebook é uma rede social estática quanto a seus dados; se os usuários não acrescentam muitos amigos novos ou conexões... sua rede pessoal se torna cada vez menos ativa ao longo do tempo", explicou Elliot.
"O Graph Search parece desenhado para incentivar os usuários a adicionar mais amigos".
A função de busca foi lançada na última terça-feira em uma primeira etapa por tempo limitado em uma versão "beta".

AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário